sexta-feira, 4 de abril de 2008

12 de Abril: mais um dia contra o lixão na Anhangüera

Lideranças das CEBs (Comunidades, Eclesiais de Base,) pastorais sociais, dos movimentos sociais da Região Episcopal Brasilândia promovem no sábado, 12 de abril, uma caminhada em protesto contra a proposta de instalação de mais um lixão na Anhangüera.

O novo lixão é um projeto da Sabesp para despejar os detritos que serão retirados na limpeza do rio Pinheiros.

O ato do dia 12 dará prosseguimento às ações de resistência iniciadas no começo do mês. Em primeiro de abril aconteceu uma caminhada que partiu da frente da rádio 9 de Julho, com paradas na praça Padre Miguel e Largo do Paissandu, até a Casa de Portugal na Avenida Liberdade.

Na ocasião, os caminhantes partilharam lanches na praça Padre Miguel, e no Largo do Paissandu realizaram um momento de mística com ênfase nas razões que os motivavam a caminhar.

A chegada à Casa de Portugal aconteceu no começo da noite. Lá, os romeiros se encontraram com o bispo da Diocese de Barras (99), dom Luiz Flávio Cáppio, que explicou as razões que o fazem ser contrário à transposição do rio São Francisco.

Os atos do dia primeiro de abril marcaram a primeira etapa das manifestações. No próximo dia 12 ocorrerá nova caminhada.

A saída vai ser às 10 da manhã, em frente ao portão do Centro Pastoral Santa Fé, no km 25,5 da via Anhangüera. De lá, os caminhantes seguem até o local onde a Sabesp pretende instalar o lixão e realizam um ato ecumênico, seguido de um abraço simbólico na área.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos