quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

'Fraternidade e Tráfico Humano' é tema de formação

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
Em 15  de fevereiro, agentes de pastoral se reuniram na Paróquia Santos Apóstolos, no Jardim Maracanã, para refletir sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2014: “Fraternidade e Tráfico Humano”, e o lema “Foi para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1).  
a
A equipe regional da CF-2014 propôs a contextualização do tema de acordo com o objetivo geral da CNBB: “identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-las como violação da dignidade e da liberdade humanas, mobilizando cristãos e pessoas de boa vontade para erradicar este mal com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”.
a
Na abertura do encontro, o padre Reinaldo Torres, assessor da CF-2014 na Região, alertou sobre a importância do tema. “Infelizmente, muita gente em nossas comunidades pensa que o tráfico humano é coisa de novela, mas não é. O tráfico humano está presente em nossas comunidades e, muitas vezes, não temos uma resposta de amor e compaixão para nos colocarmos ao lado das pessoas traficadas. Nós temos que construir juntos um processo que lhes devolva a dignidade e a liberdade de filhos de Deus”.
a
A formação foi divida em quatro pontos: “A fundamentação Bíblica”, assessorado por Antônio Claro Leite, advogado e professor; “O Tráfico Humano”, por Heidi Ann Cerneka, da Pastoral Carcerária Nacional; “Tráfico de Órgãos”, com a Irmã Antonieta Abreu, da Rede Nacional Um grito pela vida; e “A Exploração de Crianças e Adolescentes”, assessorado por Sueli Camargo, da Pastoral do Menor da Arquidiocese de São Paulo.
a
Baseado no texto de Gálatas 5,1 - “É para a liberdade que Cristo nos libertou", o assessor Antônio refletiu sobre os aspectos bíblicos. “É preciso que usemos de misericórdia e compaixão para resgatar a dignidade da pessoa traficada”.
a
Sobre o tráfico humano, a assessora Heidi mencionou depoimentos de pessoas que foram presas por terem sido enganadas pelos aliciadores. “A vulnerabilidade, a carência humana e o desejo de melhorar suas condições de vida são um dos motivos que levam as pessoas a caírem nas armadilhas dos aliciadores e traficantes de pessoas”.a
 
Já a Irmã Antonieta, que atua contra o tráfico de pessoas, discorreu sobre a realidade do tráfico de órgãos no Brasil. “O tráfico de órgãos ainda é desconhecido, mas muito presente em nossa realidade, principalmente em casos de crianças desaparecidas. O papel da Igreja e da sociedade é informar, advertir e prevenir”.
a
Para Sueli Camargo, “a exploração sexual e o trabalho escravo são um dos maiores índices que atingem as crianças e adolescentes, pois eles estão entre as vítimas mais vulneráveis”.
a
Dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese na Região, também esteve presente e expressou a importância de debater o tema na Região, que também sofre com o tráfico humano. O encontro foi finalizado com a Oração da CF-2014.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Novo coordenador de pastoral assume Paróquia N. Sra de Fátima

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a 
No domingo, 16, dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese na Brasilândia, deu posse ao padre Reinaldo Torres como pároco da Igreja Nossa Senhora do Rosário de Fátima, em Vila Bonilha. A missa foi presidida pelo bispo regional e concelebrada por padres da região e sacerdotes convidados. O templo estava lotado, eram pessoas vindas das diversas paróquias nas quais padre Reinaldo trabalhou em quase 19 anos de sacerdócio.
a 
Em sua homilia, o Bispo destacou que uma das principais tarefas de um presbítero é anunciar a Palavra de Deus ao seu povo. E agradeceu a disponibilidade e o sim do padre Reinaldo e fez menção especial aos pais do sacerdote, Ida e Fernando, pela vida e doação de seu filho.
a 
A missa foi marcada por homenagens e agradecimentos. A Paróquia Nossa Senhora Mãe e Rainha expressou seu carinho e gratidão pelos 11 meses de trabalho do padre. Assim como a nova paróquia, Nossa Senhora do Rosário de Fátima o recebeu de coração aberto.
a 
Nos ritos finais da missa, dom Milton anunciou o padre Reinaldo como o novo coordenador de pastoral da Região Brasilândia, função que foi exercida nos últimos três anos pelo padre Valdiran Ferreira dos Santos.
 a
Dom Milton expressou, em entrevista, seu agradecimento ao padre Valdiran pelo trabalho desenvolvido anteriormente e falou sobre a nomeação do padre Reinaldo. “O coordenador regional de pastoral é aquele que auxilia o bispo na coordenação dos trabalhos, que ajuda a organizar e dar forma, seguindo o plano de pastoral da Arquidiocese de São Paulo e em comunhão e sintonia com os coordenadores das demais regiões”. Ele também elogiou a competência do novo coordenador.
a 
À Pascom Brasilândia, padre Reinaldo falou sobre as expectativas de seu ministério. Que as alegrias desta noite, proporcionadas pela acolhida carinhosa da nova paróquia, perdurem e fortaleçam os sinais de que Deus está no meio de nós”.  E falou também sobre a nomeação regional: “Ser coordenador de pastoral é trabalhar, contribuir, somar esforços e valorizar os potenciais de padres, diáconos, religiosos e religiosas, leigos e leigas, pois estamos numa caminhada de fé e vida”.
 a

O presbítero também apontou que há muito trabalho pela frente e que cuidar da ação pastoral é uma das prioridades: “Nossa região sempre foi marcada pelas CEBs, pelas lutas sociais em favor de melhorias para o povo, por isso há um jeito peculiar de ser Igreja na Brasilândia e isso me encanta”, encerrou.

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Setores Freguesia do Ó e Jaraguá acolhem novos padres

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
Na noite do sábado, 8 ,na Paróquia Santa Cruz de Itaberaba, Setor Freguesia do Ó, em missa presidida por dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo para a Região Brasilândia, tomou posse o padre Airton Pereira Bueno como pároco, e foi apresentado como vigário paroquial o padre Palmiro Carlos Paes.
a
Para padre Airton foi o momento também de celebrar seus 15 anos de ordenação sacerdotal, que aconteceu nesta Paróquia em 6 de fevereiro de 1999. Padre Palmiro comentou também ter um significado especial retornar à Paróquia em que foi ordenado, e que completará seu jubileu de prata sacerdotal em dezembro deste ano.
a
Na homilia, dom Milton falou sobre a riqueza do Evangelho refletindo o chamado de Jesus. “Que onde quer que estejamos, possamos revelar a presença de Cristo, sendo sal da terra e luz no mundo.” Aos padres, o Bispo direcionou a palavra exortando sobre a importância de serem imagens vivas de Jesus. O Bom Pastor, aquele que ama, apascenta e dá a vida por suas ovelhas. E pediu à comunidade Santa Cruz de Itaberaba que acolha com amor seus novos pastores.
a
Em entrevista à Pascom Brasilândia, padre Airton expressou sua alegria em retornar à Santa Cruz, agora como pároco, 15 anos depois de sua ordenação. Ele agradeceu todas as pessoas que o ajudaram na caminhada. “A nossa expectativa é que a paróquia cresça ainda mais, fazendo com que todos bebam dessa fonte que é o próprio Cristo, da palavra e da Eucaristia. E que juntos possamos dar frutos e irradiar a presença de Jesus no meio de nós”.
a
O final da missa foi marcado por homenagens e agradecimentos feitos pelos fiéis e amigos da caminhada das paróquias em que os padres Airton e Palmiro trabalharam.
a
Padre Alécio é o novo pároco da Mãe Rainha
a
No domingo, 9, dom Milton deu posse ao padre Alécio Ferreira Silva, como pároco da Paróquia Nossa Senhora Mãe e Rainha, do Parque Panamericano. O Padre, que exercia a função de vigário paroquial desde fevereiro de 2013, assumiu a Paróquia que antes era pastoreada pelo padre Reinaldo Torres.
a
Na homilia, dom Milton expressou sua alegria em apresentar padre Alécio como o pastor próprio desta comunidade. “Com toda sua experiência de mais de 25 anos de sacerdócio e após ter trabalhado em diversas comunidades da região, padre Alécio assume essa missão com alegria e largueza no coração, confiando sempre no amor de Deus”.
a
O Pároco expressou em entrevista que sua expectativa é dar continuidade ao trabalho já iniciado. “São nove comunidades em uma região pobre da periferia da cidade, principalmente nas comunidades mais afastadas. Vamos contar com a ajuda dos leigos e com ajuda de Deus, pois ‘tudo posso naquele que me fortalece’”. E agradeceu ao Bispo a confiança nele depositada.
a
Fotos: Josino Monteiro

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Dom Milton dá posse a padres na Brasilândia

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
No último fim de semana, dom Milton Kenan Júnior deu posse a dois padres na Brasilândia: Roberto Carlos Queiroz Moura, padre Beto, assumiu como pároco da Paróquia Bom Jesus dos Passos, no Setor Freguesia do Ó, no domingo, dia 2; e José Adeildo Pereira Machado tornou-se vigário paroquial da Área Pastoral Santíssima Trindade, em Perus, no sábado, dia 1º.   a
a
Padre Beto foi ordenado presbítero em 27 de maio de 1995, por dom Angélico Sândalo Bernardino. Foi pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, na Vila Bonilha de 1995 a 2000, sendo transferido, para a Paróquia Nossa Senhora Mãe de Deus, permanecendo como pároco até 2008, quando foi transferido para assumir o pastoreio na Paróquia Santa Cruz de Itaberaba, até janeiro de 2014. Em 18 anos de sacerdócio, além das funções de pároco, também foi coordenador de setor e região, e atuou por 12 anos como Assessor Regional da Pastoral Litúrgica.
a
Na festa litúrgica da Apresentação do Senhor, a Paróquia Bom Jesus dos Passos estava lotada de fiéis que se reuniram para dar boas-vindas ao padre. No início da celebração, padre Beto recebeu das mãos de dom Milton as chaves da igreja, sinal da responsabilidade de zelar pelo templo e cuidar do novo rebanho que Deus lhe confiou.
a
Na homilia, o Bispo acolheu o novo pároco e à luz do Evangelho pediu que padre Beto nunca deixe apagar a luz de Cristo. “Mantenha viva a chama do Evangelho, como diz o profeta não deixe apagar a chama que ainda fumega”.
a
 
Em entrevista á Pascom Brasilândia, padre Beto agradeceu o tempo que trabalhou na Paróquia Santa Cruz de Itaberaba. “É uma paróquia unida e acolhedora, de gente dedicada e disponível em tudo que se convoca”. E relatou que é com grande alegria que inicia essa nova caminhada.  "Espero contribuir com afinco nas atividades existentes e concentrar forças para colocar em prática o 11º Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Paulo. A expectativa é grande e sei que somarei com esse povo, nos trabalhos de evangelização”.
a
Posse em Perus
a
Na noite do sábado 1º, a Área Pastoral Santíssima Trindade, localizada no bairro do Recanto dos Humildes, recebeu o padre José Adeildo como seu novo vigário paroquial. Pertencente à Paróquia São José, do setor pastoral Perus, a Área Pastoral é composta de quatro comunidades, que já possuem uma caminhada em preparação para se tornar paróquia.
a
Padre José Adeildo foi ordenado em 25 de fevereiro de 2007, por dom Manuel Parrado Carral, Administrador Apostólico da Arquidiocese de São Paulo, na época. Trabalhou nas regiões Santana e Belém, estudou durante três anos em Roma. Na Brasilândia, serviu durante um ano como vigário paroquial na Paróquia Santa Terezinha, do Setor Cântaros. Atualmente é vice-reitor do Seminário de Filosofia Santo Cura D'Ars.
a
Em entrevista, dom Milton falou sobre a indicação do padre. “Nomear padre José Adeildo como vigário paroquial desta Área Pastoral é dar respostas a essa comunidade, um padre jovem, cheio de alegria e entusiasmo e que já vinha se destacando na Igreja por suas qualidades, e por seu trabalho na formação dos presbíteros”.
a
Para o padre José Adeildo é uma grande oportunidade de viver o Evangelho com as comunidades e a dimensão missionária. “Acolho essa nomeação com muita alegria e esperança, peço que Deus me ilumine para que eu possa cumprir aquilo que ele me pede, sendo apenas um instrumento de Deus na salvação do povo e deste padre também”.
a
a
FOTOS: Renata Moraes e Josino Bentes Monteiro
Ocorreu um erro neste gadget

Acessos