sexta-feira, 25 de março de 2011

Metrô na Brasilândia? Só em 2017...

Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

Sabe a linha 6 do Metrô, aquela que a administração estadual passada prometeu entregar em 2012, ligando a Brasilândia à Estação São Joaquim? Antes de 2017, pode esquecer... Nada de trilhos em alta velocidade por aqui.

Na última quinta-feira, dia 24, por conta da série de entrevistas com os secretários estaduais que tenho realizado para o jornal O São Paulo, Semanário da Arquidiocese, tive a oportunidade de conversar com Jurandir Fernandes, atual titular da pasta de Transportes Metropolitanos.

O secretário deu a entender que aqueles que propagaram que o Metrô da Linha 6 ficaria pronto em 2012 mentiram para a população e que, respeitadas as três etapas de projeto – funcional (já pronta para os 15 quilômetros da linha), básica (que está na metade) e executiva (ainda não iniciada) - as obras poderão ser iniciadas em fins de 2012 ou no começo de 2013 e concluídas no início de 2017.

“Só iremos conseguir contratar as empreiteiras, fazer tudo conforme a lei, lá pra 2013 ou no fim do ano que vem. Digamos que eu comece as obras em 2013, uma obra leva em torno de quatro anos, então a linha vai começar a funcionar em 2017”, afirmou.

Conhecendo o pouco um mundo da política e de que obras sempre capitalizam votos, este jornalista aqui arrisca um palpite: as obras começarão, coincidentemente, perto das eleições do ano que vem, e a linha 16 iniciará operação no segundo semestre de 2016, quando, também por coincidência do calendário eleitoral, teremos novas eleições municipais.

Jurandir Fernandes me apresentou um mapa do planejamento de transportes ferroviários na Grande São Paulo. Na nossa região, a novidade na Linha 7 da CPTM será a Estação Vila Aurora (entre a estação Perus e Jaraguá) que o governo Serra/Goldman prometeu entregar em fins de 2010, mas não cumpriu.

Linhas de Metrô por aqui serão duas: a linha 6, que ligará a Brasilândia à Estação São Joaquim (há quem diga que possa se estender de Pirituba a Anália Franco) com estações em pontos estratégicos como o Hospital Vila Penteado e às faculdades PUC e Mackenzie. Já a linha 16 sairá da Vila Nova Cachoeirinha até a Lapa.

“O que eu tenho de paixão, eu luto por essa linha [linha 6], mas interessado do que eu não existe, até porque eu morei na minha adolescência na Freguesia do Ó, eu sei como é dura a vida dos trabalhadores de lá – Brasilândia, Freguesia, Morro Grande, Cruz das Almas.. A obra é importante, eu luto por ela, o governador luta por ela, mas não dá para fazê-la antes de 2017”, declarou Jurandir Fernandes.

Fica a informação e também o chamado para que nos mobilizemos a fim de que não venham postergar, novamente, a construção do Metrô por aqui...

sexta-feira, 18 de março de 2011

Brasilândia abre CF atenta a problemas ambientais

por Daniel Gomes, Anderson Braz e Juçara Zottis, pela Pascom Brasilândia
Colaborou Karla Maria

Cerca de 3 mil pessoas das comunidades da Região Brasilândia participaram no domingo, dia 13, da celebração de abertura regional da Campanha da Fraternidade 2011. Para chegar ao evento que aconteceu na EMEF Professor Páscoli Melaré, no Jardim Elisa Maria, cerca de 500 pessoas, atuantes nos setores Cântaros e São José Operário, optaram por caminhar por quase duas horas.

Com bandeiras, cartazes, canecas e garrafas de água nas mãos, eles superaram os obstáculos das estradas estreitas, calçadas quebradas e ocupadas pelos carros, morros, esgoto correndo a céu aberto, buracos, muito lixo espalhado pelo chão, animais como cachorros e cavalos disputando espaço com as pessoas. “A Inajar de Souza [avenida por onde passou a caminhada] está abandonada, com esgoto a céu aberto, lixo, não tem lugar para andar”, criticou a leiga Catarina Chaparin.
a
Ao chegarem ao local do evento, os caminhantes encontraram-se com as caravanas de outros setores da região e com os personagens Zé Limpinho e Maria Beleza, dois bonecos gigantes, que deram o tom de abertura do evento. Ao som dos tambores e atabaques, eles desfilaram chamando atenção para o cuidado com meio ambiente.
a
A presença juvenil foi destaque. Eles estavam em todos os lugares. As apresentações dos quatro elementos foram animadas por jovens e adolescentes com muita criatividade, que polemizaram questões relacionadas a temática como o descaso na gestão do lixo na cidade.

Dom Milton Kenan Junior, bispo regional, falou ao povo sobre a responsabilidade do poder publico em garantir políticas de sustentabilidade, mas enfatizou que a Igreja tem a missão de ajudar no despertar e tomada de consciência da situação ambiental, para que, de maneira organizada, as pessoas exijam dos governos a efetivação dessas políticas. “É preciso que a gente se dê conta que também podemos fazer a nossa parte, podemos criar um jeito novo de ser, marcado pelo cuidado, pelo zelo do planeta que vivemos e do mundo que está mais perto de cada um de nós”, disse o bispo.

Dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC) conclamou para que haja um cuidado maior com o planeta, evite-se o desperdício de água, cuide-se do lixo e lembrou que a campanha pede que todos economizem ao menos 10% de energia elétrica. "Que o povo maravilhoso dessa região descruze os braços e se organizem em projetos pelo meio ambiente", exortou.
a
Dom Angélico também alertou que a região precisa apresentar um projeto alternativo para que a construção do trecho norte do Rodoanel não prejudique as comunidades da Brasilândia e lamentou que a Linha 6 do Metrô ainda não tenha sido iniciada. "Cadê o Metrô que não aparece por aqui? O povo continua exprimido nos ônibus", criticou.
a
Padre Reinaldo Torres lembrou a EMEF Professor Páscoli Melaré deve ser um dos lugares demolidos para a construção do trecho norte do Rodoanel. A continuidade das obras e os impactos que trará aos bairros da região serão tema de uma manhã de formação regional, no dia 9 de abril, das 9h às 12h, na paróquia Santos Apóstolos, no setor Nova Esperança.
a
Ao final, depois da bênção de envio, cada pessoa foi motivada pelo padre Cilto José Rosembach, assessor regional das pastorais sociais, a assumir um compromisso concreto: plantar e cuidar uma muda que recebeu na saída do evento.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Fraternidade une a Brasilândia pela vida no planeta

Por Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

Em meio à Serra da Cantareira e contando com leigos engajados para um relacionamento mais harmonioso dos homens com o planeta, a Região Episcopal Brasilândia se reúne no domingo, 13 de março, às 15h, para a abertura regional da CF 2011, cujo tema é “Fraternidade e a vida no planeta” e o lema “A criação geme em dores de parto” Rm (8,22).

Seja a pé, como farão alguns leigos do Setor Cântaros, seja nas caravanas paroquiais e comunitárias, ou mesmo individualmente, os fiéis da Brasilândia são convidados a rumar para a EMEF Professor Páscoli Melaré (Avenida Inajar de Souza, 6.975, Jardim Elisa Maria) e participarem da abertura regional da CF, atividade que no ano passado reuniu mais de 2 mil pessoas no Santuário da Mãe Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt.

Para 2011, a expectativa é que, no mínimo, se repita o número de participantes – crianças, jovens, adultos e idosos - no evento, dada a urgência da temática do relacionamento humano com o meio ambiente. Uma mostra de quanto a Brasilândia está engajada na CF 2011 pode ser vista em 11 de fevereiro, quando mais de 400 pessoas lotaram o salão da Paróquia Santos Apóstolos, para a formação em preparação à CF.

Como naquele dia, no domingo dia 13, dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC), falará aos fiéis, assim como dom Milton Kenan Junior, bispo regional. Mas não serão só eles. Representantes dos sete setores paroquiais vão apresentar elementos da criação, e todos os presentes serão convidados a um gesto de transformação.

Zé Limpinho e Maria Beleza também já confirmaram presença. Você os conhece? Não! Sempre presentes nos mutirões de limpeza nos bairros próximos à Anhanguera, os dois personagens terão participação ativa na CF, assim como você, leitor, convidado especial da Brasilândia para a Abertura regional da CF 2011, no domingo, dia 13, às 15h.

O evento também terá transmissão em tempo real pelo Blog da Pascom Brasilândia, a partir das 14h45. Basta acessar o blog e clicar em transmissão ao vivo, na parte superior da home-page. Será possível interagir na transmissão através do e-mail aovivopascom@hotmail.com

sexta-feira, 4 de março de 2011

Postar: expressão que nos é familiar há 3 anos

Por Daniel Gomes, moderador do Blog da Pascom Brasilândia

Em meio aos confetes e às serpentinas da “segunda-feira de carnaval”, em 07 de março, o Blog da Pascom completa 3 anos de existência na web. Chegar a esta que é a postagem principal de número 154 e já ter ultrapassado a marca de 7 mil acessos, com média mensal de 200 visualizações, são resultados que geram satisfação para todos nós da Pascom Brasilândia.

Em 2008, quando o blog foi criado, muitos de nós e dos que nos acompanham certamente mal sabia o sentido de postar - verbo “post” (pôr no correio) em inglês aportuguesado – terminologia que hoje impregna também a linguagem em referência ao Twitter, Facebook, Orkut e outras mídias sociais.

O Blog da Pascom nasceu independente e tomara que assim o seja enquanto estiver ativo. Isso não significa, é claro, que escrevemos o que bem achamos, pois temos consciência de que uma palavra, uma vírgula, uma aspa mal colocada destrói relacionamentos e pode pôr a perder a credibilidade de toda uma equipe, que há pelo menos duas décadas, com atores diferentes a seu tempo, faz a voz da Igreja na periferia ecoar pelos canais de comunicação disponíveis, dentro e fora da Igreja.

Manter o blog atualizado semanalmente é um desafio, mas já foi bem pior: muitas vezes, lá pelos idos de 2008, o moderador, de frente ao computador, dizia: “hoje vou escrever sobre o que? As informações não chegam”. Mas aos poucos a informação chegou e hoje quase que periodicamente, no mínimo cinco notas informativas sobre as paróquias e comunidades da região são publicadas a cada atualização.

Com o tempo também o Blog da Pascom ganhou credibilidade como fonte de informação regional. Para nós, certamente a maior prova disso ocorreu na sagração episcopal de dom Milton, na cidade de Jaboticabal, quando após serem feitas as saudações às mídias que cobriam aquela missa e não ter sido mencionado o Blog da Pascom, pudemos ver ao menos 10 padres da região voltarem olhares para nós, como a perguntar: “Ué, não falaram de vocês?”.

Não ficamos com ressentimento do fato, muito pelo contrário, dali em diante, tivemos a dimensão da nossa responsabilidade em comunicar sempre melhor. Com satisfação, vimos novos blogs surgirem na Brasilândia, entre os quais os das paróquias Santa Cruz de Itaberaba, Santa Terezinha, São José Operário e Cristo Libertador, sempre atualizados e dinâmicos.

Ao serem completos 3 anos do Blog da Pascom, temos uma certeza: é preciso inovar sempre para manter-se atual. Inovamos com transmissão de missas e eventos por mensagens de texto (uma verdadeira “gambiarra digital”) e que prosseguirá esse ano, se assim Deus permitir, já no domingo, 13 de março, na abertura da CF 2011. Claro que estamos pensando em mais novidades, mas é essa é uma história que será vivida em breve para ser contada no próximo aniversário do blog... Agradecemos a todos que colaboraram e colaboram com a Pascom Brasilândia. Até a próxima postagem...
Ocorreu um erro neste gadget

Acessos