sexta-feira, 23 de abril de 2010

Retiro dos Leigos atrai mais de 400 pessoas

por Anderson Braz e Olívia Luis de Souza

O retiro do Congresso de Leigos na Região Brasilândia reuniu mais de 400 pessoas, na manhã de domingo, 18 de abril, na Creche Menino Jesus, na freguesia do Ó. A mística inicial do encontro coube à equipe de animação e liturgia regional que apresentou os sete setores regionais: Pereira Barreto, Perus, Jaraguá, Nova Esperança, Freguesia, Cântaros e São José Operário.

Célia Aparecida Leme, da equipe de animação, fez a apresentação da estrutura do 1° Congresso Arquidiocesano de Leigos e seu cronograma anual para as bases, Região e Arquidiocese, explicando que o documento reflete e pede envolvimento dos leigos em todas as fases de ação.

Em seguida, dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau (SC) e ex-bispo-auxiliar na Brasilândia, provocou a assembléia a participar de todo o processo, das oficinas e encontros nas comunidades e não ficar só na fala de católico, mas, sim, praticar, no dia a dia, a fé. “Vamos parar, gente, de ser católicos de fachada em nossa Região”, instigou.

Antes da primeira pausa para o café, foi aberta a plenária aos leigos, que colocaram suas visões sobre o Congresso e o progresso já conseguido. Posteriormente, Ceci Batista Mariani, em posse do Manual do Congresso, falou sobre a importância dos documentos da Igreja e a busca da espiritualidade do leigo desde o Concílio Vaticano Segundo até o cotidiano atual. “A nova evangelização deve ser nova, ajudando a cada um conhecer-se a verdade de si mesmo, para tomar consciência de que é filho de Deus”, enfatizou.

Dom Milton Kenan Junior, bispo auxiliar na Região Brasilândia, pediu abertura nas bases. “Oferecer condições para que o maior número de pessoas possa participar deste Congresso é o desejo de dom Odilo, o meu também, e a proposta do documento, neste Congresso de Leigos, jamais realizado na Arquidiocese”, destacou.

O bispo pediu atenção especial às oficinas. “Quem é que vai participar do que? onde cada um atua? assim, depois, a sua pastoral irá se informar e abastecerá sua comunidade de renovação após essa formação”, pontuou. Dom Milton pediu que os leigos leiam o Manual, especialmente a pagina 13, na qual, em sua opinião, há um resumo do Congresso: “precisamos de leigos e leigas que não tem medo de assumir responsabilidades diante dos desafios diários frente ao nosso dia a dia”.

Ao final, padre Jaime Izidoro, coordenador de pastoral da Região Brasilândia, apresentou a equipe regional envolvida na organização do 1° Congresso de Leigos em âmbito regional e agradeceu o empenho dos membros. “Me orgulho de ter essa maravilhosa equipe me assessorando em todos os momentos a serviço da Região e do Congresso”, elogiou. Dom Milton e os demais padres abençoaram o povo ao encerramento do Retiro.

domingo, 18 de abril de 2010

Curso capacita leigos para comunicação digital

Por Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

Com vistas as capacitar novas lideranças regionais para o uso de ferramentas de comunicação digital, a Pascom Brasilândia e a subcomissão de comunicação e divulgação do 1° Congresso de Leigos realizaram no sábado, 17 de abril, na Associação Cantareira, uma formação sobre o site do Congresso e a criação de blogs paroquiais.

A atividade foi iniciada com uma explicação sobre os propósitos do Congresso, em âmbito paroquial, regional e arquidiocesano, esclarecimento das etapas de trabalho e do calendário de eventos e formações, com destaque para as 14 oficinas temáticas que acontecem de junho a agosto nas seis regiões da Arquidiocese.

O jornalista Rafael Alberto, coordenador da subcomissão de comunicação e divulgação do Congresso destacou que o evento arquidiocesano deve ser vivenciado como “um projeto de leigos para leigos” e que a ação da Igreja visa formar novas lideranças que façam a diferença na sociedade. “Se ao final do Congresso, conseguirmos aumentar o número de lideranças pastorais será muito bom, mas a grande missão do Congresso é que o leigo católico apareça na sociedade, pois nossa missão é também fora da Igreja como sal da terra e luz do mundo”, ressaltou.

Na sequência da formação, Rafael explicou a estrutura do site do 1° Congresso de Leigos, no qual há espaço para a publicação de conteúdos informativos (em texto, fotos, áudio e vídeo) das comunidades, paróquias e pastorais da Igreja. Os textos enviados passam por uma pequena revisão e por eventuais correções antes de serem publicados.

Os quatro participantes do encontro receberam também orientações sobre a estrutura do texto jornalístico para internet. “Não é como uma receita de bolo, mas um bom texto jornalístico deve identificar o que é o fato, quem o produz, quando e onde acontece, de que maneira e por que. É preciso ainda dar voz aos participantes da ação, identificá-los corretamente e apresentar as formas de contato por e-mail e telefone”, explicou o jornalista Daniel Gomes, moderador do Blog da Pascom Brasilândia.

Após os aprendizados teóricos houve a formação prática do encontro. Os cursistas conheceram as múltiplas opções de layout, postagem e hyperlinks na internet e montaram dois blogs paroquiais: um sobre a igreja São José Operário, setor Cântaros (http://saojosedamasceno.blogspot.com) e outro da paróquia Santa Cruz (http://santacruzitaberaba.blogspot.com).

A experiência animou os participantes. “Precisamos levar o curso para as paróquias, pois muitos não sabem como ter acesso a esses novos meios de comunicação na internet”, opinou Mauro César, da paróquia Santa-Isabel Santa Luzia, setor Freguesia do Ó. “Chegando em casa, já vou aprimorar o blog da paróquia”, garantiu Gislene dos Santos, da igreja São José Operário, setor Cântaros. Também participaram do encontro, o jovem Diego, da paróquia Santo Antônio, setor Nova Esperança; e Conceição Fernandes, da Santa Cruz de Itaberaba, setor Freguesia do Ó.

Anderson Braz, coordenador da Pascom Brasilândia, agradeceu a presença dos quatro cursistas e lamentou que outras paróquias não tenham enviado representantes para o curso, uma vez que o convite foi feito a todas as igrejas da Região durante a última reunião do Conselho Regional de Pastoral, CRP, realizada em 27 de março. Ao final do encontro, Rafael Alberto convidou os participantes para serem agentes de conteúdo do site do 1° Congresso de Leigos. Todos disseram que irão estudar o convite e colaborar com o Congresso, na medida do possível, conforme as próprias limitações de tempo e de atividades.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

82% das paróquias na Brasilândia já têm comissões para o Congresso de Leigos

Por Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

As comissões paroquiais para as atividades do 1° Congresso Arquidiocesano de Leigos estão formadas em 82% das paróquias da Região Episcopal Brasilândia, informou na quinta-feira, 08 de abril, a secretaria da Cúria Regional.

Todas as paróquias dos setores Cântaros, Jaraguá e São José Operário montaram comissões de trabalho dentro do prazo previsto, março de 2010, como recomenda o Manual do Congresso de Leigos. Nos setores Nova Esperança e Pereira Barreto, apenas uma paróquia, uma em cada setor, não entregou a listagem dos integrantes da comissão. No setor Perus, duas paróquias ainda precisam montar comissões para o Congresso, mesma realidade de outras três paróquias do setor Freguesia do Ó. (Veja no final da reportagem a relação das paróquias que já montaram comissões).

O fato de 28 paróquias, 03 áreas paroquiais e 01 pró-paróquia já terem formado comissões paroquiais mostra o comprometimento da Brasilândia com o 1° Congresso Arquidiocesano de Leigos. Cada comissão é formada pelo pároco ou administrador paroquial, dois representantes do conselho pastoral paroquial, quatro integrantes das pastorais ou movimentos e um representante de cada comunidade da paróquia, o que deve ser a grande força do Congresso na Brasilândia, onde há 160 comunidades.

Entre as atribuições dos participantes está a participação no retiro do Congresso de Leigos, que acontecerá simultaneamente nas seis regiões episcopais da Arquidiocese de São Paulo, no domingo, 18 de abril. Na Brasilândia, a atividade será na Creche Menino Jesus (Rua Antonieta Leitão, 375, Freguesia do Ó – próximo à paróquia N. Sra. da Expectação), a partir das 8h, quando haverá esclarecimentos sobre o Congresso, plenária para opiniões dos leigos e uma palestra de dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau, sobre o papel do leigo na Igreja.

Os integrantes das comissões paroquiais, bem como todos os interessados em colaborar na divulgação do Congresso, poderão ainda participar, no sábado, 17 de abril, de uma formação sobre linguagens, montagem de textos e processo de atualização de sites e blogs, em curso que será promovido pela Pascom Brasilândia, em parceria com a subcomissão central de comunicação e divulgação do 1° Congresso de Leigos. A atividade acontece na Associação Cantareira (Rua Jorge Pires Ramalho, 71, Vila Isabel) das 9h às 12h.

A programação do 1° Congresso de Leigos prevê ainda que os integrantes das comissões paroquiais sejam devidamente instruídos sobre o evento e ajudem a divulgá-lo em âmbito paroquial e em todos os grupos sociais (escolas, empresas, famílias etc), Eles devem também formar grupos de reflexão sobre o Congresso. A comissão central recomenda que até o final de maio cada paróquia na Arquidiocese de São Paulo realize um Encontro Paroquial de Leigos. Informe-se na secretaria da paróquia que você freqüenta e participe do Congresso.

PARÓQUIAS EM QUE JÁ HÁ COMISSÕES FORMADAS:

Setor Cântaros: todas as quatro paróquias: Bom Pastor, Santa Terezinha, São Francisco de Assis e São José Operário.

Setor Jaraguá: todas as quatro paróquias: N. Sra. da Conceição, N.Sra. da Paz, N. Sra. Mãe e Rainha e São Luis M. G. de Montfort.

Setor São José Operário: todas as seis paróquias: Cristo Ressuscitado, Espírito Santo, Imaculado Coração de Maria, N.Sra. Aparecida, Santos Apóstolos e Área Paroquial Nossa Senhora e Sant´Ana.

Setor Freguesia do Ó: quatro das sete paróquias já tem comissões: Bom Jesus dos Passos, N.Sra. da Expectação, N. Sra. Mãe de Deus e São José.

Setor Nova Esperança: três das quatro paróquias já formaram comissões: N.Sra. do Carmo, Sta Rita de Cássia e São Judas Tadeu.

Setor Pereira Barreto: sete das oito paróquias já tem comissões: Cristo Libertador, N.Sra. Aparecida, N.Sra. das Dores, Área Paroquial Santo Antônio, N.Sra. do Retiro, N.Sra. do Rosário de Fátima e São Luís Gonzaga.

Setor Perus: quatro das seis paróquias já montaram comissões: Cristo Rei, Pró-Paróquia Santo Agostinho, Paróquia São José e Área Paroquial Santíssima Trindade.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Brasilândia abre-se ao 1° Congresso de Leigos

Por Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

Questionar os porquês das ações da Igreja é um dos atributos mais marcantes das lideranças da Região Brasilândia. E não poderia ser diferente com a chegada do 1° Congresso Arquidiocesano de Leigos, evento central nas comunidades, paróquias e pastorais da Arquidiocese de São Paulo, no ano de 2010.

Na última reunião do Conselho Regional de Pastoral, em 27 de março, a participação da Região no Congresso esteve em destaque. Algumas lideranças mostraram clara preocupação com o andamento das atividades, diante do calendário proposto, e também criticaram a linguagem pouco acessível do material explicativo do Congresso. Da mesma forma, houve questionamentos sobre a não-consulta das lideranças da Região durante a elaboração da metodologia de trabalho do evento.

Dom Milton Kenan Júnior, bispo regional, e padre Jaime Izidoro de Sena, coordenador de pastoral, convergiram para a resposta de que a maioria das lideranças da Região foi comunicada sobre o Congresso só no começo de 2010, e desde então, tem se empenhado para viabilizá-lo. De fato, como informam integrantes dos grupos de coordenação do Congresso, as reuniões deliberativas acerca das atividades em nível arquidiocesano foram realizadas apenas nos últimos dias de 2009, e definiram regulamentos, comissão central e equipe executiva. As reuniões contaram com a representatividade de todas as regiões, mas a "correria inicial" parece ter afetado um melhor planejamento.

"Águas passadas, não enchem rios" e o Congresso já começou. Por isso, as pastorais, movimentos, comunidades e paróquias da Brasilândia já se mobilizam para participar intensamente deste momento único que visa responder à ausência de uma atuação mais freqüente dos leigos no ambiente eclesial e "repensar o lugar e a função dos leigos e leigas, bem como repensar a igreja e o uso da palavra", como destacou padre Antônio Manzatto, que compõe a subcomissão de assessoria teológica do Congresso.

Algumas ações concretas estão em curso na Brasilândia. Na Escola de Teologia e Pastoral, ETEP, já houve o estudo do manual do 1° Congresso de Leigos; em reuniões setoriais e paroquiais o evento tem sido divulgado e já há formações de comissões paroquiais para o andamento dos trabalhos.

A Pascom Brasilândia, assim como toda a Região, também se abre para as atividades do 1° Congresso de Leigos. No sábado, 17 de abril, a equipe da Pastoral ministrará uma manhã de formação para leigos, religiosos e padres que queiram tornar-se produtores e moderadores de conteúdo para o site do Congresso O evento será na Associação Cantareira, Rua Jorge Pires Ramalho, 71, Vila Isabel, a partir das 9h. A atividade é aberta a todos.

Para saber mais sobre o 1° Congresso de Leigos acesse www.congressodeliegos.org.br e confira todas as notícias do evento, saber das últimas ações nas seis regiões episcopais da Arquidiocese de São Paulo e ainda relatar seu testemunho de fé, bem como interagir com a equipe organizadora do Congresso. Participe ativamente do Congresso em sua comunidade, paróquia, pastoral ou movimento. Sem a colaboração de todos os fiéis e homens de boa vontade, a voz do leigo católico não será ouvida. Faça a diferença como cristão!

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos