sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Dom Milton empossa párocos na Brasilândia

Os fiéis de quatro paróquias na Brasilândia acolheram nesta semana os seus novos párocos: José Aécio Cordeiro da Silva tomou posse na Paróquia São José, Setor Perus, na noite do sábado, dia 22; na manhã do domingo, dia 23, foi a vez do padre Airton Pereira Bueno na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima, Setor Pereira Barreto; e na noite do mesmo dia, também neste setor, padre Cássio José Leite Esteves assumiu a Paróquia Nossa Senhora das Dores. Na quinta-feira, dia 27, o padre Edemílson Gonzaga de Camargo, assumiu a Paróquia Nossa Senhora das Graças, setor Freguesia do Ó.

As missas de posse foram presididas por dom Milton Kenan Junior, bispo regional. Como parte dos ritos dessas celebrações, foi lida à assembleia a carta de posse dos padres. Além disso, o bispo entregou aos novos párocos os paramentos das paróquias, bem como as chaves da igreja, do sacrário, e os instrumentos para a realização de batismos e penitências. Os sacerdotes, por sua vez, reafirmaram os compromissos de se manterem fiéis ao serviço da Igreja e repetiram as promessas que fizeram em suas ordenações sacerdotais.

A equipe da Pascom Brasilândia acompanhou a missa de posse do padre Airton Pereira Bueno na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Além dele e do bispo regional, concelebraram os padres Ezael Juliato (Tchê), Palmiro Carlos, Reinaldo Torres, do clero regional, e os padres Wagner da Silva Navarro (Diocese de Bragança Paulista) e Cristiano de Souza Costa (Região Lapa) que tiveram seu despertar sacerdotal por meio de orientações do padre Airton.

Durante a homilia, dom Milton lembrou ao novo pároco as expectativas que a Igreja nele deposita a frente da paróquia. “Nós sabemos da sua competência, da sua disponibilidade, do seu fervor como padre. Agora, cabe a você ser um instrumento de Cristo para ajudar a comunidade a crescer na santidade e na prática da justiça, da caridade e da comunhão entre todos os fiéis”, disse o bispo.

Após a comunhão, padre Airton agradeceu a Deus pelo dom que Deus o concedeu e pelo estimulo vocacional que recebeu de sua família. Ele também recordou um pouco dos 10 anos a frente da Paróquia Nossa Senhora das Dores. “O que eu sou como padre é a Paróquia Nossa Senhora das Dores que me ensinou. Agradeço de coração a tudo que os paroquianos me ensinaram e por tudo que contribuíram em minha vida. Espero que tudo que vivemos juntos agora tenha continuidade e que da mesma forma que estou sendo acolhido aqui, vocês acolham o padre Cássio, novo pároco de lá”, expressou.

Ele também se dirigiu aos paroquianos da igreja Nossa Senhora do Rosário de Fátima. “A partir de agora, vamos aprender a nos conhecer e nos amar, vamos fazer uma história. Por quanto tempo, nós não sabemos, mas Deus nos concede esse presente, que terá sentido e valor em nossa vida no decorrer da caminhada”.

Após a missa, dom Milton falou sobre esse processo de mudança de padres na Região Brasilândia. “O espírito de acolhida deve ser tanto da parte das comunidades como dos novos párocos. Eu acredito que as comunidades haverão de lucrar bastante com essas mudanças. A mudança é sempre difícil, nós temos sempre muita dificuldade em mudar, porque mudar desinstala, é sempre uma insegurança, mas a mudança é benéfica para o padre, para a comunidade, à região e à Igreja. Espero que em nossas comunidades exista este espírito de acolhida”, disse o bispo regional.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos