sexta-feira, 21 de outubro de 2011

8 conselheiros apoiados pela Igreja são eleitos na Brasilândia

Por Daniel Gomes, pela Pascom Brasilândia

Os fiéis da Região Brasilândia, estimulados por dom Milton Kenan Junior e o clero regional, atenderam ao chamado da Arquidiocese de São Paulo e foram às urnas no domingo, 16 de outubro, para eleger os novos conselheiros tutelares da cidade, que entre outras funções são responsáveis por fiscalizar e elaborar propostas voltadas à garantia do direito das crianças e adolescentes.

O esforço valeu a pena: 8 dos 20 conselheiros que serão empossados em 18 de novembro para os conselhos da Brasilândia (criado este ano por decreto do prefeito da cidade), Freguesia do Ó, Pirituba e Perus - que atendem aos bairros da Região Episcopal Brasilândia - receberam apoio das paróquias e pastorais.

Uma das eleitas é Iracilda Pereira Canha, que com atuação na Pastoral do Menor, e histórico de dois mandatos como conselheira municipal, incluindo a primeira gestão de 1992-1995, ela já projeta qual o maior desafio a ser enfrentado. “Agora vai ser nós tentarmos amenizar a violência, porque na primeira gestão na cidade estava tudo novo, não sabíamos como fazer esse enfrentamento, a violência era escondida, pouco se ouvia falar. Hoje, está escancarada 24 horas por dia, então, acredito que uma das maiores dificuldades será superar a violência em todos os sentidos, desde a violência doméstica até a violência da rua”.

No conselho de Pirituba, os eleitos com apoio da Igreja serão maioria: Andrea Aparecida Rodrigues, da Pastoral de Fé e Política; Conceição Aparecida, coordenadora da Pastoral Afro na Região; e Jerusa dos Santos Lima, atuante na Paróquia São Luis M. G Montfort, no Setor Jaraguá. Para o conselho de Perus, conseguiram se eleger o diácono permanente Antônio Campineiro e Francimar Francisca de Sousa Perreira, engajada na Comunidade Sol Nascente da Paróquia Santo Antônio.

De acordo com a Equipe de Articulação em Defesa da Criança e do Adolescente, formada por representantes de pastorais, em toda a Arquidiocese 26 candidatos apoiados pela Igreja se elegeram. Dos 23 dos 44 conselhos existentes na cidade estão nos limites paroquiais arquidiocesanos e em 14 destes haverá representação de conselheiros que se elegeram com o apoio da Igreja. 138 mil pessoas compareceram às urnas no último domingo em toda a cidade para a votação, o equivalente a 1,63% do eleitorado paulistano.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos