sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Gratidão e reconhecimento a dom Simão

Por Karla Maria e Daniel Gomes, integrantes da Pascom Brasilândia

Realizada na paróquia Santos Apóstolos, no domingo, 16 de agosto, data na qual a Igreja celebrou a Assunção de Nossa Senhora, a missa de despedida de dom José Benedito Simão teve a participação de mais de 500 pessoas - fiéis da Região Brasilândia e religiosos (40 padres, 30 religiosas e 13 diáconos permanentes) - entre os quais o cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer; os bispos regionais auxiliares, dom Pedro Luiz Stringhini (Belém) e dom João Mamede Filho (Lapa); e dom Angélico Sândalo Bernardino, bispo emérito de Blumenau.

No início da celebração, em um discurso de cinco minutos, dom Odilo parabenizou o trabalho de dom Simão na Região Brasilândia e o estimulou para a nova caminhada em Assis. “Os 12 (apóstolos) foram enviados em missão por Jesus e partiram com a força do Espírito Santo. Que Deus o abençoe, dom Simão, e que este envio possa encher o seu coração de coragem, força e conforto. Vá como missionário enviado pelo Papa, com muita coragem, contando com a certeza de que a Igreja o está enviado para exercer o seu pastoreio. A Igreja de Assis o acolherá com muito carinho. Obrigado por tudo que fez na Arquidiocese de São Paulo, em particular na Região Brasilândia”, discursou o arcebispo.

Após a liturgia da palavra, dom Simão foi homenageado pelos funcionários da Cúria Regional e escutou a fala afetuosa do padre Carlos Alves Ribeiro, comentarista da missa. “Sete anos de bispo conosco, sete é o número da plenitude, da totalidade. A nossa Região possui sete setores e é através deles, que nós tentamos animar a vida missionária do nosso povo”, destacou o padre, que citou ainda alguns momentos da caminhada de D.Simão, nos mais de 2.700 dias como bispo da Brasilândia.

Durante a homilia, dom Simão agradeceu a assembléia, destacou a presença da irmã Brígida (Pastoral da Mulher) e parabenizou os diáconos permanentes, padres, religiosas e agentes de pastoral. O bispo lamentou não ter realizado tudo o que gostaria. “Fiz o possível, mas vou deixar problemas, infelizmente. A vida é problematizada a gente nem pode querer entendê-la de outra maneira, o importante é que a gente faça o melhor, e eu fiz o que pude”, disse. D. Simão também falou sobre a nomeação à Diocese de Assis. “Nós, como padres, diáconos e religiosos, estamos à disposição da Igreja. Por isso estou indo para a Diocese de Assis. Espero que a Mãe de Deus continue me ajudando em Assis, e que Ela continue olhando para a região Brasilândia", afirmou.

A missa, de duas horas e meia de duração, foi realizada com os ritos das missas dominicais e seguiu a liturgia diária. Ao final da solenidade, dom Simão desejou boa sorte para os que ficam e disse que espera reencontrar os amigos da Região. “Espero que a Igreja da Brasilândia continue sendo uma igreja comprometida com a vida, com a realidade de sofrimento de seu povo. A fé é compromisso, aproximação com Deus e com seu povo, sobretudo, com os mais pobres. Essa foi minha última missa como bispo da Região Brasilândia, mas certamente nos veremos outras vezes pelos caminhos da vida", finalizou.


Pascom Brasilândia estará em Assis

Dom José Benedito Simão assumirá a função de bispo da Diocese de Assis, interior de São Paulo, no domingo, 23 de agosto. O Blog da Pascom transmitirá a solenidade em tempo real, AO VIVO, a partir das 14h30. Acesse o Blog, acompanhe a transmissão e interaja conosco pelo MSN aovivpascom@hotmail.com

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos