sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

CEBs do setor Pereira Barreto encerram novenas

Por Karla Maria Souza, integrante da CEBs e da Pascom Brasilândia

"Gente simples, fazendo coisas pequenas em lugares pouco importantes consegue mudanças extraordinárias". Foi com este provérbio africano, vindo direto do 12° Intereclesial das CEBs, em Porto Velho (RO), que as CEBs e os Grupos de Rua do Setor Pereira Barreto, reuniram-se em 11 de dezembro na paróquia Nossa Senhora de Fátima, Vila Bonilha, para celebrar o encerramento da Novena de Natal.

A missa foi presidida por dom Angélico Bernadino Sândalo, bispo emérito de Blumenau (SC) e co-celebrada por dom Servílio Conti, bispo emérito de Boa Vista (RR), e pelos padres Edemílson Gongaza, pároco de Nossa Senhora de Fátima e Jaime C. Patias, da Região Episcopal Santana e diretor da revista Missões.

Mais de 150 pessoas, das oito paróquias e comunidades que compõem o setor, participaram da missa e trouxeram consigo símbolos e camisetas que marcaram a caminhada de suas comunidades e grupos de rua, além do desejo de em 2010, atuarem mais em conjunto, como Igreja Missionária em unidade. Esse sentido de comunhão foi expresso pela participação de membros do Setor Nova Esperança, em especial Serginho, Ana Cristina e Gisele, que animaram a liturgia com os cantos e dos integrantes da Comissão Regional das CEBs.

A missa foi o primeiro passo visível da rearticulação das CEBs do Setor Pereira Barreto, desde a realização do 12° Intereclesial da CEBs, em julho de 2009, em Porto Velho-RO. A CEBs setorial assumiu como compromisso para o próximo ano, caminhar em união, com o pé fincado na realidade do povo, que necessita de uma formação cristã, pastoral, cidadã. Usando para isso, a comunicação como instrumento de evangelização, aprendendo a cuidar do meio-ambiente, e a caminhar com a juventude.

No começo do próximo ano, a Região Brasilândia irá refletir a temática da Campanha da Fraternidade 2010 "Economia e Vida", em uma formação no dia 25 de janeiro, em local a ser definido. Em 13 de fevereiro, o Setor Pereira Barreto vai definir o calendário de atividades, formações e os nomes dos coordenadores/comunicadores das CEBs setorial.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos