sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Abertura da CFE reúne mais de 2.000 pessoas

por Karla Maria, pela Pascom Brasilândia

A Região Episcopal Brasilândia, em comunhão com as igrejas cristãs no Brasil, participa ativamente das discussões em torno do sistema econômico vigente e de como ele tem ditado valores distintos do Evangelho de Jesus Cristo, na vida da sociedade.

Esse compromisso foi reafirmado no domingo, 21 de fevereiro, na abertura regional da Campanha da Fraternidade Ecumênica – CFE-2010 – “Economia e Vida” - “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro (Mt 6, 24)”. Mais de 2.000 pessoas dos sete setores paroquiais se reuniram para o evento no Santuário da Mãe Rainha Três Vezes Admirável de Schoenstatt, no setor Jaraguá.

A abertura contou com a presença de Grupos da região, que praticam a economia solidária, como o grupo Mãos Empreendedoras, grupos da Pastoral da Mulher, das Irmãs Missionárias de São Francisco de Assis, e o Grupo Dignidade, estiveram presentes com seus artesanatos e alimentos, todos produzidos de maneira auto-sustentável.

A equipe organizadora da CFE na Brasilândia, coordenada pelo padre Reinaldo Torres, reservou momentos de oração, celebração e contato com o próximo, num bonito abraço da paz. Houve também a reflexão sobre a dura realidade imposta pelo sistema capitalista que exclui os mais pobres. Jovens da Brasilândia, vítimas desse sistema, apresentaram os sinais de morte que permeiam o dia-a-dia da região como o empobrecimento das famílias, desemprego, individualismo, consumismo, alienação e comodismo, concentração de terra e destruição ambiental.

Durante a abertura da CFE, padre Antônio Manzatto, professor de Teologia na PUC, apontou que a Campanha é um tempo especial para a reflexão e trabalho em conjunto. “Nenhum de nós é tão bom, quanto nós todos juntos”, reforçou. O padre apontou três “passos” para que a CFE 2010 de fato aconteça. Primeiro, orientou que cada um, observe na própria vida o valor que coloca nos bens materiais e nas pessoas; em seguida, lembrou que as comunidades devem partilhar os bens; e por fim, destacou que a economia precisa estar a serviço das pessoas. “O capitalismo se preocupa com as coisas, com o lucro, não com as pessoas; este é um sistema de pecado e há quem o defenda. Como Igreja, precisamos despertar nossa consciência”, concluiu.

Para dom Milton Kenan Júnior, bispo-auxiliar da região Brasilândia, a abertura da CFE na região, foi “extraordinária, maravilhosa”, e “a presença do povo nos anima, nos encoraja, nos estimula, nos chama a assumir o compromisso efetivo na construção do Reino de Deus”. O bispo apontou quais os passos para se construir uma economia e uma vivência mais solidária. “Precisamos ajudar o mundo a ser mais irmão e devemos aprender com o Evangelho a cuidar das pessoas em primeiro lugar. Acima das coisas, estão as pessoas. Precisamos nos convencer de que quando se fere a dignidade de uma pessoa, fere-se a dignidade de todas as pessoas, de toda a sociedade”, afirmou.

Dom Milton destacou os objetivos concretos da CFE 2010. “Esta não é uma campanha inocente não, porque ela toca em um aspecto que é o eixo da nossa organização social, ela toca na questão do dinheiro e hoje, observamos que tudo gira em torno dele, é ele quem determina os valores, quem é feliz e quem não é feliz e esta é uma questão central. Nós cristãos temos a coragem profética de dizer que não vamos nos curvar diante do dinheiro, não somos inocentes, somos conscientes”, enfatizou.

Um comentário:

Anônimo disse...

Fico feliz em saber que o evento preparado com carinho atingiu o coração de tantas pessoas... A Equipe da CF está de Parabens... Agradeço, em nome de todos, o apoio do Setor Jaraguá e de tantas pessoas que colaboraram conosco... Como disse Padre Manzatto: "Nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós juntos!" Deus abençoe a todos e nos dirija o olhar e a ção para uma economia que seja geradora de vida e de esperança e nos faça fortes dias de tantas investidas do capital, como sinais de morte e de abandono... Sirvamos a Deus, com alegria" Pe. Reinaldo Torres - Assesor da CF - Região Brasilândia

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos