quarta-feira, 13 de junho de 2012

Corpus Christi une Arquidiocese de São Paulo

Daniel Gomes, reportagem publicada no O São Paulo (com complementos)
a
“Vinde todos a mim”. O tema do 4° Congresso Eucarístico Nacional, em setembro de 1942, em São Paulo, inspirou, quase 70 anos depois, a participação de cerca de 10 mil pessoas na solenidade arquidiocesana de Corpus Christi, na quinta-feira, dia 7 de junho, no centro de São Paulo.
a
A chuva constante durante toda a manhã impediu que a missa fosse celebrada na praça da Sé, como previsto inicialmente, mas não prejudicou o ardor da veneração pública ao Santíssimo Sacramento pelas ruas do centro de São Paulo desde a Igreja de Santa Ifigênia.
a
Com faixas, cartazes e o multicolorido de guarda-chuvas, os fiéis seguiram em procissão por cerca de uma hora. Muitos dos quais vindo em caravanas paroquiais, onde as missas do Corpus Chrtisti foram celebradas na parte da tarde do mesmo dia.
a
A animação dos fiéis e do clero arquidiocesano manteve-se durante a missa realizada na Catedral da Sé e também acompanhada por milhares de pessoa em um telão na praça, e também pela rádio 9 de Julho e a Rede Vida de Televisão.
a
A celebração foi presidida pelo núncio apostólico no Brasil, dom Giovanni D´Aniello, e concelebrada pelo cardeal dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo, e pelos bispos auxiliares.
a
“Hoje é dia de Festa da Eucaristia, festa de Jesus Cristo no meio de nós. Ele que nos reúne, nos alimenta e nos conduz na esperança. Quero de modo particular saudar a todos vocês que enfrentaram chuva, frio, umidade e vieram para participar da procissão e agora também da Eucaristia”, expressou o Cardeal no início da celebração.
a
Dom Giovanni também manifestou alegria com testemunho de fé dos fiéis da Arquidiocese. “Eu fiquei simplesmente admirado com esta comunidade e a manifestação de sua fé a Deus”. Na homilia, o núncio apontou que a morte e ressurreição de Jesus trouxe vida nova ao mundo e que, por meio da Eucaristia, Deus estabeleceu com a humanidade uma nova aliança.
a
O núncio também destacou que com a procissão do Santíssimo Sacramento pelas ruas da cidade “quisemos mostrar que o Cristo ressuscitado anda conosco e nos guia em direção ao Reino dos céus”; e que a celebração de Corpus Christi convida os cristãos a refletirem sobre o compromisso de amor a Cristo e ao próximo.
a
Os fiéis também manifestaram a fé em Maria, venerando a imagem de Nossa Senhora Aparecida doada para a realização do congresso eucarístico de 1942 e que permanece na paróquia a ela dedicada na Região Episcopal Ipiranga. “Hoje pedimos para trazê-la aqui, para que ela pudesse estar entre nós e para nos recordar sempre que onde estão os discípulos de Jesus, a mãe de Jesus também lá está”, explicou o Cardeal.
a
Ao final da missa, dom Odilo agradeceu aos que participaram e articularam as atividades da celebração arquidiocesana de Corpus Christi e o núncio apostólico manifestou satisfação por ter celebrado com os fiéis de São Paulo.
a
“Que a lembrança, a memória do congresso eucarístico, seja para cada um de nós fazer cada vez mais, porque precisamos testemunhar o amor de Deus para conosco e entre nós também precisamos nos amar. Que a Igreja aqui em São Paulo seja sempre testemunho do amor de Deus pela humanidade”, expressou dom Giovanni.
a
Dona Conceição Arantes, do Apostolado da Oração da Paróquia São Luis Montfort, da Região Brasilândia, participou da procissão e da missa. “Valeu a pena enfrentar a chuva para adorar a Cristo. Que a gente tenha cada vez mais essa fé que tivemos para vim aqui e que Deus abençoe a gente para ter cada dia uma vida melhor”.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos