quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Jornada Teológica discute Comunidade de Comunidades

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
Entre os dias 21 e 23, na Paróquia Santos Apóstolos, aconteceu a Jornada Teológica promovida pela Região Brasilândia com o tema: “Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia", que contou com as assessorias dos professores Fernando Altemeyer Júnior e cônego Antonio Manzatto, ambos da PUC-SP, e de dom Angélico Sândalo Bernardino,  bispo emérito de Blumenau (SC) e ex-auxiliar da Arquidiocese de São Paulo.
a
Na primeira noite, o Cônego Manzatto ajudou os fiéis a refletirem sobre o tema “Vivência da Fé, Evangelho da Vida em Comunidade”. Falando sobre a fé e a confiança em Deus, e que a Igreja é a comunidade dos que confiam em Jesus e vivem a dinâmica da fraternidade.
a
Na segunda noite, Altemeyer falou sobre a “Eclesiologia do Vaticano 2º” e destacou as principais mudanças pós-concílio: uma Igreja que dialoga com o mundo, que tem opção preferencial pelos pobres e que é feita de pessoas que assumem seus ministérios.
a
E encerrando, a última noite com dom Angélico que falou sobre “Rede de Comunidades”, destacando que é preciso sair dos templos e ir para as periferias humanas, descentralizar as paróquias criando comunidades. “A Igreja tem que ser missionária, renovada e mais acolhedora”.
a
Em entrevista à Pascom Brasilândia, o bispo mencionou que é importante que os padres formadores encaminhem seus seminaristas para o trabalho com os doentes, nas prisões, nos asilos. “Que os padres tenham o cheiro do povo, e que os leigos também assumam sua missão nesta renovação Multipliquem-se os grupos de rua e as comunidades eclesiais de base, para que vivam a verdadeira conversão pastoral que nos convida o documento de Aparecida”.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos