sexta-feira, 6 de março de 2009

Brasilândia clama por Justiça e Paz

A Praça do Samba em Perus foi o palco para Abertura da Campanha da Fraternidade 2009 na Região Brasilândia, no domingo, 1° de março. Motivados pelo lema deste ano, “A Paz é fruto da Justiça”, mais de 2.500 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos – alguns portadores de necessidades especiais - partiram em caminhada pelas ruas do bairro, com muita animação e em clima de reflexão sobre a Paz e Justiça Social.

Na abertura das atividades, os presentes rezaram a oração da CF 2009 e acompanharam o discurso do padre José Aécio Cordeiro da Silva, da pastoral carcerária, que refletiu sobre algumas situações de injustiça social vigentes. “Nós queremos segurança pública onde moramos, mas não uma segurança qualquer, como aquela que falam na televisão, para matar bandido, todos pobres, pois quando é rico nem de bandido é chamado”, enfatizou.

Da Praça do Samba, os católicos partiram em caminhada até o bairro do Recanto dos Humildes. No trajeto, os participantes foram acolhidos pelas pastorais da paróquia São José Operário e da área paroquial Deus Pai dos Humildes, recebendo água, maças e banana. A Região reafirmou o compromisso com o meio-ambiente, ao distribuir canecas plásticas ao invés de copos descartáveis para o consumo de água.

Evento teve alguns problemas estruturais

A Abertura da CF 2009 registrou alguns problemas de infra-estrutura: o caminhão de som quebrou antes de chegar à Praça do Samba e foi necessário improvisar um carro de som para a caminhada; Não havia banheiros disponíveis para os participantes; o palco instalado no bairro do Recanto dos Humildes estava sem sistema de som – o problema só foi resolvido após 30 minutos; Também não foi obedecido o roteiro previsto: após a chegada do caminhão de som, o bispo da região dom José Benedito Simão, abençoou os presentes, dando as atividades por encerradas. Ele deixou o local, mas o ato celebrativo continuou com a leitura do evangelho e reflexões acerca da temática da CF 2009. Os poucos padres presentes permaneceram até o final.

Opiniões:

“Eu quero acreditar que a campanha tenha um efeito prático, pois às vezes a empolgação das pessoas não passa de alguns dias e tudo cai no esquecimento. Temos que nos cobrar e exigir dos políticos um compromisso com a paz e a justiça” – Cosme, ministrada da palavra, paróquia Nossa Senhora das Dores.

“Com a abertura da CF a igreja grita por boa segurança, boa saúde, boa saúde, pelo bem estar geral e paz que tanto precisamos na nossa Região” - José Carlos Freitas, leigo, paróquia Santa Rita de Cássia.

“A igreja católica na Brasilândia é uma igreja de rua, de caminhada, de luta e hoje mais uma vez conseguimos fazer uma caminhada muito positiva. O povo anseia por paz, quer justiça, não é acomodado, vai para as ruas e reivindica direitos, na busca da segurança porque já está cheio de tanta violência. Essa caminhada refletiu o sonho de paz do povo” – padre Neno, coordenador da abertura da CF 2009 na Região.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos