sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Mutirão bíblico reúne paróquias do Setor Perus

Por Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
Nem a chuva que caiu sobre São Paulo na tarde do domingo, 22, impediu que os fiéis das seis paróquias que formam o Setor Pastoral Perus da Região Episcopal Brasilândia realizassem seu mutirão bíblico, que se iniciou na Comunidade São João Batista, no Morro Doce.
a
O tema do encontro foi “as parábolas da misericórdia extraídas do livro de São Lucas”. A mensagem central foi o amor de Deus e sua misericórdia manifestada em gestos de compaixão e acolhida amorosa. O mutirão foi dividido em quatro atos, ao longo da caminhada, onde foram encenados pequenos teatros baseados nos textos bíblicos.
a
Em entrevista à Pascom Brasilândia, padre José Osmar Rosa, pároco da Paróquia Nossa Senhora das Graças e coordenador do Setor Perus, explicou a importância do evento. “O mutirão bíblico é o nosso encontro de comunidades e paróquias do Setor Perus, coroando o encerramento do Mês da Bíblia. É um momento muito especial de encontro e confraternização de tantas comunidades e de conscientizar a todos para a vivência bíblica”.
a
Após ser acolhido, o povo foi convidado a refletir no primeiro ato sobre as questões da pobreza e da desigualdade social vividas na periferia. Foi momento também de reivindicarem em favor das 91 famílias da Comunidade São João Batista, que estão ameaçadas de perder suas casas, devido à desapropriação do local que está situado em uma área ambiental.
a
O texto de Lucas 6, 20-26 ajudou nas reflexões sobre a prática do amor, da misericórdia, da justiça e da solidariedade que estão na essência da fé cristã.
a
Embalados por cantos, os fiéis caminharam em procissão até a Paróquia Nossa Senhora das Graças, onde foi refletido o segundo ato, que contemplou a parábola do Bom Samaritano (cf Lucas 10, 25-37), refletindo sobre a prática do acolhimento e compaixão para com o próximo.
a
Em seguida, o grupo caminhou até o local conhecido como "Terrenão" e foi ajudado pelos jovens a refletir o 3º ato, com a encenação parábola do Filho Pródigo (cf Lucas 15, 1-2.11-32), que ensinou sobre o perdão e a misericórdia de Deus.
a
No 4º e último ato, um dos mais emocionantes do mutirão, foi apresentada a passagem dos Discípulos de Emaús, em que Cristo Ressuscitado caminha com os discípulos, que apenas reconhecem Jesus no partir do pão, e, tomados de alegria, assumem a própria missão.
a
Dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese na Região, esteve no mutirão. “É uma grande alegria ver todos vocês reunidos em torno da Palavra de Deus. A nossa celebração de hoje conclui-se com o episódio dos Discípulos de Emaús, que hoje somos nós, que muitas vezes caminhamos na vida desanimados e cansados e esquecemos o que o Evangelho vem nos ensinar: Jesus é o nosso companheiro, ele caminha conosco. E ao celebramos a eucaristia, ele nos ajuda a abrir os olhos e perceber sua presença, que faz arder o nosso coração com a sua Palavra e nos chama a sermos também seus discípulos e missionários", falou aos participantes o Bispo.
a
Ao fim do encontro, antes da benção final, as pessoas foram ungidas como óleo perfumado, como sinal de compromisso e envio à missão: “Vai e anuncia a boa nova".

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos