sexta-feira, 31 de maio de 2013

Região Brasilândia rememora padre Neno

Reportagem: Renata Moraes, pela Pascom Brasilândia
a
Na noite de sábado, 25 de maio, fiéis da Região Brasilândia se reuniram na Comunidade Santo Antônio de Taipas para rememorar o 7º dia de falecimento do padre Carlos Augusto Costa (padre Neno), em missa presidida por dom Milton Kenan Júnior, bispo auxiliar da Arquidiocese na região.
a
Padre Neno faleceu de enfarto, no domingo, dia 19, aos 60 anos de idade, após presidir missa nessa comunidade, que é vinculada à Paróquia São Luís Maria Grignion de Montfort, no Setor Jaraguá, onde era pároco desde fevereiro de 2009. 
a
Muitas homenagens e momentos de emoção marcaram a missa de 7º dia. A maioria dos paroquianos vestiu-se com uma camiseta onde estava estampada uma foto do sacerdote e uma frase que ele sempre repetia: “O que importa é celebrar a vida”; e em uma reflexão inicial, a comunidade lembrou que “padre Neno veio e deixou a sua mensagem. No dia de Pentecostes, o Espírito Santo o chamou e disse: ‘sua missão já foi cumprida, venha viver a sua Páscoa conosco’. Por isso, hoje não devemos ter tristeza, o que nos fica é a saudade, pois como ele mesmo dizia: só por amor vale a vida!”.
a
Em sua saudação inicial, dom Milton agradeceu o sacerdócio de padre Neno, e lembrou-se dos trabalhos e serviços prestados à frente Região Brasilândia, e de como os fazia com sua alegria característica.
a
Na homilia, o Bispo, ao dirigir-se à assembleia lotada, destacou: “a presença de vocês nos mostra como padre Neno era querido nesta comunidade, eu já tinha me convencido disso em seu velório no domingo passado, e hoje só confirmo”.
a
Dom Milton mencionou ainda que toda a Arquidiocese está entristecida com a morte repentina do padre e relembrou momentos marcantes do sacerdote. “Não podemos nos esquecer do seu entusiasmo e de sua alegria que eram próprios, e que agora caminhamos com a certeza de que Deus o tem a junto de si”.
a
Por ocasião da solenidade da festa da Santíssima Trindade, o Bispo lembrou que nenhuma provação é por acaso e que sempre se pode crescer e amadurecer com elas. “Na leitura do livro de Romanos, Paulo nos diz que a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo. E é ele que nos dá a certeza que mais forte que a morte é o Amor de Deus”.
a
Mesmo visivelmente entristecidos pelo falecimento do padre, os agentes da Paróquia São Luís Maria Grignion de Montfort deram mostras de que estão empenhados em seguir com os projetos de evangelização, tendo por inspiração padre Neno. Após a missa, foram feitas diversas homenagens com apresentação de vídeos e fotos registrando os melhores momentos da vida do sacerdote.
a
De acordo com o coordenador paroquial, Edvan Santana Freitas, especialmente os jovens da paróquia estão dando força e rezando por todos. “Mesmo tristes, estão fortes e seguem firmes. A maioria deles ajudou na preparação desta missa e continua com os trabalhos em prol da Jornada Mundial da Juventude, que era um dos sonhos do padre Neno”.
a
Ao término da missa, dom Milton pediu que as comunidades pertencentes à paróquia se unam para que  possam passar por esse período difícil até à chegada de um novo pároco, cuja definição está sendo feita pelo conselho de presbíteros da Brasilândia. Provisoriamente, padre Neil Charles Crombie, vigário geral regional, administrará a paróquia.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

Acessos